Pedra d´Armas do portão e sua heráldica

Esta pedra de Armas, no portão do Paço de Lanheses, tem representados os seguintes apelidos:
Cirne ou Cyrne, Pereira, Peixoto e Castro. E ao centro, no "sobre-o-todo", também chamado "ponto-de-honra" ou "coração" tem o de Abreu.
Assim, coincidente com a data do fim das obras de melhoramento deste solar, das quais este muro que rodeia o terreiro da entrada seria das últimas fases, vemos que seria o brasão usado por: Sebastião de Abreu Pereira Cirne Peixoto, Senhor de Vila Nova de Lanheses e do Paço de Lanheses, Alcaide-mor de Ferreira, Comendador de da Ordem de Cristo. (O que está totalmente de acordo e em consonância da lógica que teria de pertencer ao filho morgado daquele que antes tinha dado o nome para o brasão d´armas, aqui igualmente abordado, colocado por cima das escadas principais, já dentro do referido terreiro) .

Pedra d´Armas da entrada e sua heráldica

Esta pedra de Armas, na escadaria da entrada do Paço de Lanheses, tem representados os seguintes apelidos:
Abreu, Castro, Brito e Pereira.
Assim, coincidindo com a data em que foi feito uma grande obra de remodelação deste solar, depreende-se que seria o brasão usado por: Francisco de Abreu Cirne Pereira de Brito, Senhor do Paço de Lanheses, Comendador da Ordem de Cristo e Governador do castelo de Viana do Castelo.

- http://www.geneall.net/P/per_page.php?id=210561

Peregrinação de grupo de jovens - Lanheses a Santiago - 2010

Três vídeos da Peregrinação Compostelana que um grande grupo de jovens de várias nacionalidades, Espanha, Itália e Portugal, assistidos por padres missionários claretianos, fez desde a freguesia de Lanheses a Santiago de Compostela, no ano de 2010.
Dormiram na Escola do Secundário C+S de Lanheses, atravessaram o Rio Lima, no Lugar da Passagem em Geraz do Lima, visitaram o Paço de Lanheses onde tiraram uma fotografia geral que aqui se pode ver, em dois deles, e depois seguiram o percurso indicado no livro "a Caminho de Santiago", editado pela Lello, até Santiago depois de cruzar Vigo.




http://claretgazteak.wordpress.com/2010/07/22/la-pastoral-juvenil-claretiana-en-el-camino-de-santiago/
.

Paço de Lanheses - Património Nacional

Discrição e etapas preparadas pelo IGESPAR - instituto de gestão do património arquitectónico e arqueológico(ex IPPAR)
*Quinta e Paço de Lanheses, outra designação é Solar de Lanheses
Situação Actual
Em Vias de Classificação
Teve:
- Despacho de abertura de 9-07-1993 do Vice-Presidente do IPPAR.
- Proposta de 12-09-2005 da DRPorto.
- Parecer favorável de 23-04-2008 do Conselho Consultivo do IGESPAR, I.P. (em vigor após publicação no DR), que diz o seguinte:
" que ao Paço de Lanheses se reconhece valor cultural que lhe confere uma importância qualificativa no âmbito do património Português. Isto é, como testemunho identifica uma memória histórica-social que representa uma corrente arquitectónica, artística que se destaca no contexto nacional pela sua exemplaridade, e porque ao longo do tempo, conservou os seus valores originais, de autenticidade e integridade.
(resumindo) O Paço de Lanheses tem um significado cultural que é memória e identidade Portuguesa."

Crachá do Facebook

partilhar

Seguidores

BlogCatalog