Mais uma Alma que segue para o Céu

Sexta-feira soubemos, com muita tristeza, que às 11h da manhã tinha falecido o nosso tio “Zé Amorim” (José Amorim Ferreira c.c. tia “Queta”, Maria Henriqueta Vaz de Almada Amorim Ferreira, irmã do nosso querido pai.)
Essa notícia deixa-nos com uma imensa saudade também pela sua carismática figura, de uma rectidão a toda a prova, de uma dureza não áspera de difícil quebrar e de uma invulgar inteligência, e por fazer todos os esforços ao seu alcance por manter a “família Almada” unida e ter trabalhado incansavelmente em prol desta.
Nós, sobrinhos, vamos igualmente recordá-lo por um “divertido” episódio que aconteceu num dos nossos vários encontros festivos na Quinta dos Lagares d´El-Rey, em Lisboa, que se tem mantido na Casa Almada desde o séc. XV. Em que, “maliciosamente”, assistimos em silêncio este tio a servir-se por engano de maionese, julgando serem natas batidas, cobrir o seu prato de morangos e a comer tudo, sem sequer “pestanejar” uma vez que fosse, mantendo até ao fim uma postura de grande dignidade.
Deus guarde em paz a sua alma.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Crachá do Facebook

partilhar

Seguidores

BlogCatalog